19 / 01 / 2017
Tráfico de crianças mobiliza entidades

O CREMERJ vai realizar uma manifestação, em parceria com o CFM, a Soperj, a Somerj e a SBP, para conscientizar a sociedade sobre o tráfico de crianças e adolescentes. O ato está previsto para o dia 12 de março, às 10h, na orla da Praia de Copacabana, na altura da rua Bolívar. A decisão foi tomada em reunião realizada nesta segunda-feira, 16, da qual participaram o vice-presidente do CRM Nelson Nahon; a presidente da Soperj, Isabel Rey Madeira; o conselheiro federal e secretário geral da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Sidnei Ferreira, e a representante do CFM Paula Peixoto.

 

O intuito do movimento é mobilizar sociedades, entidades e pais em prol da conscientização da população acerca das crianças e adolescentes desaparecidos que estão sendo usados para fins de exploração sexual, trabalho escravo, remoções de órgãos e adoção ilegal, bem como promover ações para impedir que a situação se agrave.

 

No Brasil, 250 mil ocorrências de desaparecimento de crianças e adolescentes ainda estão sem solução e cerca de 15% a 20% desse número corresponde aos que somem sem deixar vestígios. Desconsiderando-se os casos que não são denunciados, por ano são registrados mais 50 mil. Segundo a SBP, a cada 15 minutos uma criança ou adolescente desaparece no país. O número estimado de ocorrências registradas no mundo pode chegar a 25 milhões.