09 / 02 / 2017
Campanha de prevenção da arteriosclerose é debatida no CRM
Segundo dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), a arteriosclerose é a principal causa de morte no mundo. Para chamar a atenção sobre os perigos da arteriosclerose e orientar sobre as formas de prevenção, a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro (SBACV-RJ), em parceria com o CREMERJ e demais sociedades de especialidade, prepara uma campanha de conscientização.
 
Nessa segunda-feira, 6, em reunião no CREMERJ, o presidente do SBACV-RJ, Carlos Peixoto, apresentou para a diretoria do Conselho o projeto, batizado de “Setembro Vermelho”. Ele explicou que durante todo o mês serão realizadas uma série de ações para conscientizar para a população, além de jornadas científicas e simpósios. Na apresentação, Peixoto também mostrou um panorama sobre a doença no Brasil, as formas de tratamento, as causas e as formas de prevenção.

“A arteriosclerose é a causa mais comum da doença arterial periférica. Ela pode causar problemas vasculares, como necrose nos pés e Acidente Vascular Cerebral (AVC), e se manifesta clinicamente em 10% da população. Por conta disso, precisamos chamar a atenção para as causas e suas formas de prevenção. A união das sociedades de especialidade e do CREMERJ é muito importante para o sucesso da campanha”, explicou.
 
O presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, lembrou que, em dezembro, uma reunião no Conselho debateu os problemas enfrentados por portadores de doenças vasculares nos serviços públicos do Rio de Janeiro. Na ocasião, os especialistas declararam que é o alto índice de casos de doenças venosas no Rio de Janeiro, mas o atendimento da rede pública tem se mostrado ineficiente.
 
“Pacientes que sofrem da arteriosclerose tem encontrado grande dificuldade para conseguir tratamento na rede pública, o que reforça a importância da prevenção. Temos que debater e levar a informação sobre o risco desta doença para além dos consultórios. O CREMERJ apoia a campanha e vai realizar ações para divulgar o tema por meio de suas câmaras técnicas e também para a população”, adiantou Nahon.  
 
Durante o encontro, ficou definido que, em abril, o Conselho promoverá uma plenária temática sobre o assunto. Também participaram da reunião os conselheiros Pablo Vazquez, Kássie Cargnin e Carlos Enaldo de Araújo. Estiveram presentes representantes das câmaras técnicas do CRM, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Academia Brasileira de Neurologia, Sociedade de Neurocirurgia do Rio de Janeiro, Sociedade Brasileira de Geriatria e Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro.