22 / 03 / 2017
Encontro dos Conselhos de Medicina debate fator de qualidade

 
O CREMERJ participou, nos dias 15 e 16, do 1º Encontro Nacional dos Conselhos de Medicina 2017 (I ENCM – 2017). Temas como ética médica, Burnout e fator de qualidade para o setor de saúde suplementar foram destacados na programação.
 
A I Conferência Nacional de Ética Médica marcou o primeiro dia, com as palestras "Transformações sociais e paradigmas éticos na prática da medicina" e "A sociedade pós humana". Os participantes também abordaram os avanços nas discussões sobre o fim de vida e o impacto das tecnologias de comunicação na prática médica.
 
No segundo dia, foi apresentado o relatório da Comissão de Assuntos Políticos (CAP) do Conselho Federal de Medicina (CFM), que tem atuado no acompanhamento e interação entre a autarquia e o Congresso Nacional, além da prestação de contas do CFM no ano de 2016. O principal tema debatido foi "Fator de Qualidade para o Setor de Saúde Suplementar".
 
Durante o encontro, foi anunciado que, após negociação dos presidentes do CFM, da Associação Médica Brasileira (AMB) e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), foi acordado e registrado em ata que não haverá redução do reajuste anual dos prestadores de serviços de saúde que não preencherem o questionário do fator de qualidade. De acordo com o presidente do CFM, Carlos Vital, ficou estabelecido que “nenhum médico terá seus honorários reduzidos caso não preencha o formulário”.
 
Participaram do evento o presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, os diretores Renato Graça, Marcos Botelho e José Ramon Blanco (também presidente da Somerj) e os conselheiros Ricardo Bastos, Márcia Rosa de Araújo e Sidnei Ferreira (foto).