04 / 05 / 2017
CREMERJ participa de posse na Faculdade de Medicina de Campos
O presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, participou da solenidade de posse da direção da Faculdade de Medicina de Campos (FMC), nessa quinta-feira, 27 de abril, no anfiteatro da instituição. Os professores Edilbert Pellegrini e Luiz Clovis Parente assumiram os cargos de diretor geral e vice-diretor, respectivamente. Os novos diretores ficarão na função até 2021.
 
Na ocasião, Nelson Nahon ressaltou o potencial histórico da faculdade e a importância que ela tem para a medicina.
 
“Em 1964, numa reunião da Sociedade Fluminense de Medicina e Cirurgia, foi aprovada uma resolução para que fosse criada uma faculdade de medicina em Campos. E é essa instituição que completa, em novembro, 50 anos e tem sido responsável pela formação de mais de três mil médicos”, declarou o presidente do CREMERJ que, em seguida, fez um breve panorama da crise na saúde, incentivando a união da categoria médica.
 
Recém-empossado, Edilbert Pellegrini falou que, entre as propostas de gestão, estão ter contato diário com os alunos e seus representantes, além de melhorar a cada dia o ensino teórico e prático, obedecendo às exigências do Ministério da Educação (MEC).
 
“É um grande desafio que, certamente, não enfrentarei sozinho. Conto com uma equipe de coordenadores. Vamos trabalhar para manter o histórico de responsabilidade que a instituição carrega, mas também fazer com que ela alcance novos parâmetros. Nosso objetivo é continuar formando médicos com um olhar humanitário, técnico e profissional. Para isso, é fundamental estar junto do corpo discente”, disse.
 
O evento também teve participação do presidente da Associação Médica do Estado do Rio de Janeiro (Somerj), José Ramon Blanco – que também é diretor do CREMERJ –, do coordenador da seccional de Campos, conselheiro Makhoul Moussallem, e do coordenador da seccional de Duque de Caxias, Benjamin Baptista.