09 / 05 / 2017
Cocem: quatro comissões de ética médica tomam posse
Quatro comissões de ética médica tomaram posse nesta terça-feira, 9, durante a reunião da Coordenação das Comissões de Ética Médica (Cocem) do CREMERJ. As unidades participantes foram: UPA 24 Horas Sarapuí, Hospital Alvorada Taguatinga Vitória, Hospital Alvorada Taguatinga Samaritano e Hospital Rios DOr.

Na abertura, o diretor do CREMERJ Serafim Borges, que coordena a Cocem, chamou a atenção para a assembleia dos médicos federais contra o desmonte dessas unidades, que acontecerá nesta quarta-feira, 10, às 19h, na sede do Conselho. Ele também citou que o CREMERJ tem várias ações judiciais em andamento, entre elas, nas áreas da cirurgia cardíaca pediátrica e da oncologia.

“É muito importante que os médicos dos hospitais federais participem amanhã conosco desta assembleia, pois essa luta é de todos nós. A saúde pública em todo o Estado vive um período crítico. Temos trabalhado por um atendimento de qualidade para a população e para que os médicos atuem com condições dignas de trabalho em suas unidades. Nesse aspecto, o papel das comissões de ética médica é de extrema importância”, frisou.

Já a diretora Erika Reis ressaltou as ações do CREMERJ em conjunto com a Defensoria Pública da União e do Estado do Rio de Janeiro. “Temos uma parceria grande com essas instituições. Temos nos reunido regularmente e tratado de diversos temas, como oncologia e filas cirúrgicas”, disse Erika.

O fechamento do Hospital Estadual Vereador Melchiades Calazans, na Baixada Fluminense, foi destacado pelo diretor do CREMERJ José Ramon Blanco, que preside a Associação Médica do Estado do Rio de Janeiro (Somerj). Apesar da carência de atendimento nessa região, a unidade, que contava com maternidade e Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), foi desativada sem aviso prévio pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), que alegou que o hospital seria transformado em um centro de traumato-ortopedia. 

Na sequência, o resultado do programa de Infarto Agudo do Miocárdio, que teve início em 2016, foi ressaltado. Antes da sua aplicação, em 2015, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) realizaram cerca de 3 mil eletrocardiogramas. No ano passado, foram feitos mais de 43 mil. Em seguida, Erika Reis anunciou o Fórum de Emergência do CREMERJ, que acontecerá em 3 de junho, com aulas práticas do Grupamento de Socorro de Emergência (GSE).

Após os informes, o coordenador da Comissão de Fiscalização do CREMERJ, diretor Gil Simões, fez uma breve apresentação sobre o levantamento da assistência oncológica no Rio de Janeiro. A pesquisa mostrou as deficiências na especialidade, como falta de medicamentos e de equipamentos.

No término, médicos tiraram dúvidas acerca do funcionamento das comissões e das situações ocorridas em suas unidades.
 
Confira abaixo a comissão recém-empossada, cujo mandato segue até 9 de maio de 2020:

UPA 24 HORAS SARAPUÍ - Membros eleitos para o primeiro mandato:
Efetivos: Zenilton da Silva Sarmento e Gerly Anne Sobreira de França.
Suplentes: Claudia Correia da Silva e Bruna Vilaça Temponi.

HOSPITAL ALVORADA TAGUATINGA VITÓRIA - Membros eleitos para o primeiro mandato:
Efetivos: Emmanuel Santos Salgueiro, Alexandre Bahia Barreiras Martins, Marcelo Tayah e Victor de Souza Cravo.  
Suplentes: Flavia de Araujo Ferreira da Silva, Carolina da Cunha Sousa, Bertha de Oliveira Jensen Siniscalchi e Alexandre Raia de Siqueira.

HOSPITAL ALVORADA TAGUATINGA SAMARITANO - Membros eleitos para o primeiro mandato:
Efetivos: Emmanuel Santos Salgueiro, Alexandre Bahia Barreiras Martins, Marcelo Tayah e Victor de Souza Cravo.  
Suplentes: Flavia de Araujo Ferreira da Silva, Carolina da Cunha Sousa, Bertha de Oliveira Jensen Siniscalchi e Alexandre Raia de Siqueira.

HOSPITAL RIOS DOR - Membros eleitos para o segundo mandato:
Efetivos: Marcelo Kolblinger de Godoy, Alessandra de Andrade Alves, Rodrigo Chauke Rezende e Karina de Ferran. 
Suplentes: Leila Freitas Xavier de Brito, Maximiliano Freire Dutra, Dilton Carlos de Figueiredo Rocha e Renata Aparecida Cordeiro Serra.