22 / 06 / 2017
Mais de 180 formandos da Unesa comparecem ao CREMERJ
Mais de 180 formandos da Universidade Estácio de Sá (Unesa) campus João Uchôa estiveram na sede do Conselho, nessa quinta-feira, 22, para entregar a documentação necessária para emissão do registro no CRM. A turma que é constituída por alunos egressos da Universidade Gama Filho nomearam o conselheiro e ex-presidente do CREMERJ, Pablo Vazquez, como seu patrono. 
 
Compuseram a mesa de abertura do evento o presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, os conselheiros Márcia Rosa de Araujo e Pablo Vazquez e o membro da Comissão de Médicos Recém-Formados do CREMERJ Diego Puccini. 
 
Pablo Vazquez agradeceu por ter sido escolhido patrono. 
 
“Aqui é a casa do médico, que vocês puderam conhecer enquanto estudantes de medicina. E gostaria de dizer que eu tenho muito orgulho de estar aqui hoje e receber essa homenagem. E importante salientar que ter passado por essa adversidade durante a graduação fez com que vocês se tornassem mais maduros. A vida e a medicina funcionam da mesma forma. Vocês souberam se superar e por isso parabenizo a todos”, frisou Vazquez.
 
O representante da Unesa, João Henrique Cintra Gomes, falou sobre a decisão de Vazquez para patrono da turma. “Nós escolhemos o Dr. Pablo porque ele esteve junto conosco ao longo da nossa luta durante a venda da Gama Filho e na época ele era o presidente do CREMERJ. Ele nos ajudou, deu segurança e ficou ao nosso lado no processo de transferência para a Estácio”, conta João Henrique. 
 
A palestra de abertura foi dada pelo ex-presidente da Associação dos Médicos Residentes do Estado do Rio de Janeiro (Amererj) Diego Puccini, que explicou como funciona o programa de residência médica no Brasil, destacando pontos que tornaram “a residência médica o padrão ouro de especialização”. 
 
Já a segunda apresentação, realizada pelo presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, falou como funciona a estrutura do Conselho e quais são as suas competências. Além de elucidar sobre pontos importantes do Código de Ética Médica e das responsabilidades dos médicos em sua atuação profissional. 
 
“Sempre destacamos nessas reuniões a importância da boa relação médico-paciente e do sigilo médico, principalmente no que diz respeito a não passar as informações de pacientes através das redes sociais”, destacou Nelson Nahon.  

O encontro foi encerrado com a entrega dos documentos necessários à agilização da expedição do registro profissional no Conselho.