20 / 09 / 2017
CFM alerta para circulação de comunicados falsos

O Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou, nesta segunda-feira (18), uma nota de esclarecimento na qual alerta sobre a circulação de comunicados falsos. No texto, a autarquia reforça que todos os seus informes e comunicados oficiais de caráter público são aprovados pelos seus plenários, contam com suas logomarcas e ficam hospedados em seus sites. Reitera, ainda, que que indivíduos ou organizações que promovam o uso de informações incorretas, atribuindo-as à autarquia, estão passíveis de sofrer as consequências de medidas nos âmbitos extrajudicial e judicial.

Confira a íntegra do documento abaixo:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Conselhos de Medicina alertam para circulação de comunicados falsos

O Conselho Federal de Medicina (CFM) e os Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) vêm a público esclarecer que todos os seus informes e comunicados oficiais de caráter público são aprovados pelos seus plenários, contam com suas logomarcas e ficam hospedados em seus sites.

Textos atribuídos ao CFM e aos CRMs que não obedeçam a essas regras não são subscritos pelas entidades. Tais documentos têm a intenção de provocar polêmicas e confusão e, portanto, devem ser desconsiderados pelos médicos e pela população.

Finalmente, os Conselhos de Medicina reiteram que indivíduos ou organizações que promovam o uso de informações incorretas, atribuindo-as à autarquia, estão passíveis de sofrer as consequências de medidas nos âmbitos extrajudicial e judicial.

Portanto, solicitamos a todas as pessoas e instituições que tenham recebido comunicados falsos, incoerentes com as práticas e os valores defendidos pelo CFM e pelos CRMs, que os desconsiderem e denunciem seus autores às autoridades.

 

Brasília, DF, 18 de setembro de 2017

Conselho Federal de Medicina

 

Fonte: Site do CFM