03 / 01 / 2018
Ministro da Saúde libera dinheiro para parceiros políticos

O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial desse sábado, 30, a liberação de quase R$ 500 milhões em recursos para diversos estados do país. O Rio de Janeiro recebeu cerca de R$ 50 milhões. Em um vídeo divulgado em sua rede social, o ministro Ricardo Barros esclarece que o dinheiro honrará compromisso com "parceiros" do governo do presidente Michel Temer. O presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, declarou que o Conselho repudia a distribuição de verbas aos aliados da administração federal.

“Isso é vergonhoso. As unidades do Rio de Janeiro passaram por dificuldades durante todo o ano, por conta da falta de verbas, e o ministério insistia em dizer que não tinha como ajudar. Agora vemos que havia dinheiro o tempo todo, mas não havia vontade política de amenizar a precariedade da Saúde do Estado”, disse Nahon.

Além de agradar a base parlamentar de Temer, a ação também tem objetivo de beneficiar a pessoa do ministro, que é deputado federal licenciado e tem planos eleitorais no estado do Paraná. Durante o discurso, Ricardo Barros deixa claro que a distribuição de verbas está relacionada com acordos políticos:

“Hoje é dia 30 de dezembro. São mais de 17 horas. Acabou de rodar o Diário Oficial extra. Temos mais um diário oficial extra para empenhar e pagar todos os compromissos que assumimos aqui com nossos parceiros parlamentares, com nossos prefeitos, secretários de estado, que colaboraram com suas propostas para que as decisões do presidente Temer possam ser efetivadas”, disse o ministro.